15 de abr de 2008

DEVANEIOS - E assim tudo começou - SEGUNDO DIA



- Acordei cedo. Desfi minha mala, colocando as roupas no guarda-roupa e na cômoda. Acomodei a mala debaixo da cama para o quarto não ficar desarrumado. Tomei banho, troquei de roupa e desci para tomar café. A manhã transcorreu normal. Ele mandou dizer que não podia vir almoçar, só para a janta. Por volta das cinco horas ajudei nos preparativos do cardápio - risoto de camarão e siri ensopado. Ao término subi, tomei banho, troquei de roupa e desci toda produzida. Ficamos esperando. Por volta das 19:00 horas, ele chegou. Entrou todo arrumado com roupa de motoqueiro, calça, colete com emblemas do clube, gel no cabelo, perfumado - estava lindo.
Porém, quanta decepção. Veio pedir desculpas que não podia jantar porque já tinha um churrasco de aniversário no clube dos motoqueiros (corrigiu-me depois) fiquei sabendo que era clube dos motociclistas.
Porém mesmo assim, ele fez uma “boquinha” conosco. Não resistiu. O jantar estava maravilhoso e super saboroso. Convidou-me para ir junto. Pode? É muita cara de pau. Ele sabia que eu não aceitaria. Depois saiu. Já estava atrasado. Esqueceu as luvas. Fiquei mais um pouco conversando à mesa.

Então fiquei sabendo, que ele tinha pretensão de sair comigo no final de semana. Fiquei nervosa. Meu coração palpitou. Estou confusa. Devo? Não devo? Porém é o que mais quero.

Estou triste - continuo. Não estou tendo alegria dentro de mim. Em casa, antes de viajar já estava assim.
O que está acontecendo comigo? Porque estou tão infeliz? Será falta de amor? carinho? Será minha solidão?
Quando a gente ama não tem medo. Liguei o computador, fiquei ouvindo música para me acalmar e resolvi escrever para descarregar a ansiedade e solidão.
“AMAR É SE ENTREGAR DE CORAÇÃO, SEM ESPERAR GRATIDÃO”.(Sonmarry)
****
****

Nenhum comentário: