6 de mar de 2010

O anjo se foi....PORQUE???



CONDIÇAO SOCIAL? MEIO AMBIENTE? FALTA DE ESTRUTURA FAMILIAR?
DESTINO? VONTADE DIVINA?

Sou Riana, nasci em 26.06.2009, primogênita de uma família de 4 filhos, todos pequeninos. Meus irmãos Maciel com 4 anos, Renan com 3 anos e Ian com 2 anos.

Quando nasci era inverno, frio intenso, dormia toda encolhida ao lado de minha mãe, meu pai e meus irmãos, numa grande cama de casal.
Grande para mim; porém pequena para tantos.

Mas não me incomodava, era muito bom; ficava sempre quentinha, apesar do vento frio lá fora, teimando entrar pelas frestas da minha casinha de madeira.

Não tinha muita roupa; lembro que a luvinha para esquentar minha mão era improvisada com uma das minhas meiazinhas.


Apesar da dificuldade enfrentada por minha família.... era tudo bom. Não me importava com nada.

Adorava chorar para poder mamar.... hummm.... como era gostoso aquele leitinho sempre prontinho e quentinho que minha mãe me dava.

Quando o dia amanhecia, lá vinham meus irmãos.... olhavam para mim e diziam.... que lindinha...

De vez em quando recebia uma visita.... e dizia..... que gracinha.... Algumas até me pegavam no colo. Eu olhava tudo e todos.... não conseguia entender muita coisa. Mas... gostava.

O tempo passava, eu crescia, dormia, engordava, ficava cada dia mais esperta e inteligente.

Adorava o convívio familiar.


Esta sou eu com minha família... mamãe, papai e maninhos.

Chegou o Natal: esperei o Papai Noel que não veio.
Ele estava muito ocupado mandou dizer. Tinha muitas visitas para fazer.

Então no dia 27 ele chegou e me trouxe um ursinho de presente. Adorei. Tão macio e fofinho. Gostei quando seu pelo macio encostou no meu rosto. Como era quentinho.
Fiquei super feliz.....

O tempo transcorria tranquilo só uma gripezinha de vez em quando para incomodar …..

Depois de um maravilhoso dia, após mamar meu leite delicioso no seio de minha mãe, ela me colocou para dormir. Já era noite, precisava descansar....

De repente.... Ui.... que leve desconforto..... acho que tô vomitando.... não consigo me mexer, nem chorar e nem respirar - quanta angústia.

Recordei o momentos bons vividos com minha família. Acho que dormi.

Por volta das 22 horas meu pai chegou do serviço e foi conversar comigo. Eu não respondi. Ele viu que estava algo errado. Chamou um vizinho e me colocaram num carro. Fui para o hospital.

Não consigo dizer o que fizeram comigo. É tudo muito complicado.

Então disseram que eu simplesmente..... morri.

Morrer? O que isso significa? Que vou viajar? Que nunca mais verei meus pais nem meus irmãos? Porque? Gostava tanto deles.

Convivi com eles 7 meses e 6 dias.

Mesmo assim me sinto feliz.
No lugar que agora me encontro é muito lindo.

Tem uns negócios brancos que chamam de nuvens.... e é tudo azul....

Aqui não tem frio nem fome.... não tem casa de madeira, nem de alvenaria;

Tem um enorme e lindo quintal cheio de flores de todas as cores; o antigo era pequeno e cheio de grandes pedras pontiagudas;

Tem também um lindo lago com águas límpidas bem diferente daquele que passava ao lado da minha casa antiga ; ouvi dizer que era esgoto ao céu aberto.

Também tem lindos pássaros que cantam maravilhosamente e muitos amiguinhos que podem passear, conversar e brincar comigo.

Ainda não entendo muita coisa.
Mas.... logo crescerei e tudo entenderei.


RIANA -
*26.06.2009 – 01.02.2010*

Um comentário:

Conceição disse...

Amiga, essa postagem deixa qualquer um a pensar sobre o sentido da vida... Fiquei bastante emocionada. Beijos!
Conceição